O lançamento da pré-candidatura do cantor Netinho de Paula (PCdoB) ao Senado por São Paulo teve um clima de ensaio para o discurso que a oposição vai adotar na sucessão estadual deste ano.

Em um hotel no centro de São Paulo, Netinho disse que entrou para a política porque se cansou de ver as pessoas reclamando. “Temos obrigação de manter o ciclo do governo Lula”, defendeu.

O senador Aloizio Mercadante (PT), pré-candidato ao governo de São Paulo, também criticou as últimas gestões do PSDB no Estado. “Não vamos tratar à borrachada quem trabalha com giz”, afirmou referindo-se às recentes greves de professores.