Poucas horas depois da soltura do ex-governador Beto Richa (PSDB) e demais investigados pelo Gaeco na Operação Rádio Patrulha, o principal responsável pelas denúncias contra o grupo, o empresário Tony Garcia, publicou uma dura mensagem direcionada ao hoje candidato ao Senado. Em forma de desafio – esse aliás é o título da postagem –, chama o adversário de “covarde e torpe”, diz que ele tem “intelecto frágil e superficial”, “mente leve e preguiçosa” e propõe uma coletiva olho no olho entre ambos para mostrar quem merece mais crédito.

+Leia mais! “Vale a palavra dele ou a minha?” Ouça o que Beto Richa Disse ao sair da prisão

O texto é uma resposta às declarações feitas pelo político no início da madrugada deste sábado (15), ainda na saída do Regimento de Polícia Montada de Curitiba. Na ocasião, Richa questionou a idoneidade do ex-amigo: “lamento que tenha valor a palavra de um delator cujo histórico de vida não demonstra nenhuma credibilidade, pelo contrário, total falta de credibilidade”.

Garcia responde ao que chamou de ataque usando vários adjetivos pesados e muita ironia. “Te desafio publicamente para uma coletiva de imprensa convocada por você, em seu campo, com hora, dia e local por você escalado, juiz, bandeirinhas e regras a seu critério, olho no olho, você e eu e mais ninguém”, provoca, para depois acrescentar. “O final deste combate se dará por nocaute, um de nós beijará a lona”.

Na visão do ex-deputado estadual, Richa tenta “negar o inegável”, além de estar envolto em um “mar de lama”. No fim, ainda promete responder a “cada ataque” com “provas inequívocas” de que o tucano “não passa de um psicopata mentiroso contumaz”.

A reportagem segue tentando contato com Beto Richa e seus assessores para comentar as acusações.

Veja o post de Tony Garcia na íntegra:

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Beto Richa e esposa ficam calados e se escondem da imprensa ao deixarem o Gaeco