O primeiro pedágio federal em rodovias que cortam o Paraná começa a ser cobrado amanhã. A concessionária Autopista Planalto Sul, do grupo OHL, anunciou o início das operações da praça de pedágio do município de Correia Pinto (SC), no quilômetro 235 da BR-116, no trecho que liga o Paraná à divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul.

O início da cobrança da tarifa será a partir da 0h de amanhã e o preço será de R$ 2,70 para carros de passeio. O preço inicial para estas praças era de R$ 2,54, de acordo com o leilão realizado em outubro de 2007, mas este valor sofreu um pequeno reajuste de acordo com a inflação do período, previsto no Programa de Exploração de Rodovias (PER).

Para ativar a primeira praça do trecho, a concessionária fez valer autorização dada no mês passado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para o início da cobrança do pedágio em praças que já estiverem prontas antes da conclusão das obras em todas as praças. A autorização foi um pedido da OHL devido a atrasos na desapropriação dos terrenos onde algumas das praças serão construídas.

Em janeiro de 2009, a concessionária deverá iniciar a cobrança em suas outras quatro praças, localizadas nos municípios de Fazenda Rio Grande (PR), Rio Negro (PR), Monte Castelo (SC) e Santa Cecília (SC).

Para iniciar a cobrança, a Autopista Planalto Sul já realizou, desde fevereiro, início da concessão, algumas obras na rodovia, como recuperação de placas, implantação de sinalização horizontal, implantação de barreiras metálicas e defensas rígidas, recuperação de proteções laterais de pontes, canaletas de drenagem e pavimentação, entre outras.

Os usuários do trecho administrado pela concessionária já têm, desde agosto deste ano, 30 viaturas para atendimento médico pré-hospitalar, socorro mecânico e inspeção de tráfego.

Desde o início dos serviços de atendimento ao usuário, as equipes da Autopista Planalto Sul registraram 11.720 acionamentos, sendo 1.460 em resgate médico, 6.200 com socorro mecânico e 4.060 em ocorrências diversas.

As outras duas concessionárias que administram trechos de rodovias que cortam o Paraná também já trabalham para iniciar a cobrança de pedágio. A Autopista Régis Bittencourt, responsável pelo trecho da BR-116 entre Curitiba e São Paulo, aguarda inspeção da ANTT em uma das praças para iniciar a cobrança antes da virada do ano. Já no trecho entre Curitiba e Florianópolis, nas BRs 376 e 101, administrado pela Autopista Litoral Sul, a primeira praça será inaugurada em janeiro de 2009.