Oito cidades brasileiras, sendo quatro no Estado de São Paulo, elegeram novos prefeitos neste domingo (4). As novas eleições, que mobilizaram 215.650 eleitores, ocorreram porque os prefeitos, eleitos em outubro de 2012 com mais de 50% dos votos, não puderam tomar posse ou foram afastados pela Justiça Eleitoral. Em São Paulo, teve eleição disputada em Itaí e sem nenhuma disputa em Pedrinhas Paulista. Neste município do oeste do Estado, a prefeita Ângela Giannetta (PTB) foi candidata única e recebeu 1.476 votos – apenas um bastava para sua eleição.

Em Itaí, no sudoeste paulista, Valmir Domingos (PR) foi eleito por uma diferença de 43 votos sobre o segundo colocado – ele obteve 4.766 votos (36,98%). No município de Boa Esperança do Sul, na região central do Estado, os eleitores escolheram Edinho Raminelli (PT) para ocupar a prefeitura com 57,14% dos votos. O tucano Edmar Mazucato foi eleito em Osvaldo Cruz, no oeste, 11.141 votos (68,27%).

Em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, Jorge Babo (PPS) venceu com 56,44% dos votos. No município de Ponte Serrada, em Santa Catarina, ganhou Eduardo Coppini Duda (PTB) com 51,62% da votação válida. Em Pedro Canário, no Espírito Santo, 46,35% dos votantes deram a vitória a Antônio Fiorot (PSB). Marituba, no Pará, elegeu Elivan Faustino (PMDB) com 59,36% dos votos. Em 6 de outubro, haverá eleições em Ibaté e Tabatinga, ambas em São Paulo. Desde o início do ano, 42 municípios elegeram novos prefeitos em todo o Brasil.