Foto: Allan Costa Pinto

Delazari: descaso com os deputados?

O líder da oposição, deputado Valdir Rossoni (PSDB), vai propor ao bloco a apresentação de um requerimento convocando o secretário de Segurança, Luiz Fernando Delazari, para discutir em plenário a política de segurança do estado.

Delazari foi convidado para uma reunião na Comissão de Segurança na semana passada, mas embora tenha se disposto a ir conversar com os deputados, não marcou a data.

Para Rossoni, a postura do secretário representa descaso com o Legislativo. ?Ele disse que vem em abril. Mas é de 2008??, questionou Rossoni, ao ser informado pelo líder do governo, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), que Delazari atenderá aos deputados ainda este mês, mas que ainda não foi possível definir o dia.

O líder da oposição disse que os índices da criminalidade no Estado não permitem esperar mais pelo secretário. ?Parece que todo mundo tem medo de falar do secretário de Segurança. O governo diz que nós somos radicais se convocarmos. Mas nós temos que tomar uma atitude. Não vejo demonstração de respeito por parte de quem marca a vinda em trinta dias?, comentou o líder da oposição.

Sugestões

Romanelli disse a Rossoni que Delazari assumiu o compromisso de ir à Assembléia Legislativa. Na semana passada, Romanelli e o presidente da Comissão de Segurança, Mauro Moraes (PMDB), foram convidar Delazari para se reunir com um grupo de deputados. Para Rossoni, o lugar do secretário é no plenário, em um debate aberto.

O convite ao secretário foi um acordo entre bancadas do governo e de oposição. Mas Rossoni considera que o trato foi desrespeitado já que não há indicativo do dia em que ele comparecerá à Assembléia. ?Quando o Poder Legislativo manifesta a necessidade de fazer um debate, é preciso que haja uma posição do governo porque há sugestões a serem feitas. Essa Casa tem que se impor como Poder. Há que se ter respeito pelo secretário, mas essa benevolência é descaso com a segurança?, atacou o deputado tucano e líder do bloco de oposição.