Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Osmar Dias: má aplicação.

Brasília – O senador Osmar Dias (PDT-PR) disse ontem que considera a má aplicação dos recursos da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), também conhecida como ?imposto dos combustíveis?, um atraso ao desenvolvimento do setor produtivo brasileiro. Segundo o senador, hoje o governo federal aplica em torno de 40% dos valores arrecadados com a contribuição em infra-estrutura, finalidade para a qual foi criada a Cide. ?Se a lei fosse cumprida e aplicados 100% da arrecadação da Cide no seu verdadeiro fim teríamos estradas em boas condições de tráfego, novas rodovias e até a abertura de caminhos estratégicos para o escoamento da produção brasileira?, observa o senador paranaense.

Na opinião de Osmar Dias, a falta de investimentos em infra-estrutura torna o Paraná um dos grandes prejudicados no País, já que a situação se agrava pela evasão, para outros estados, de investimentos nos portos de Paranaguá e Antonina e pela ausência de planejamento estratégico para o setor.