Foto: Valquir Aureliano/O Estado

Euclides Scalco: tucano adere à campanha do pedetista para o governo do Estado.

O ex-ministro Euclides Scalco (PSDB) assumiu ontem a coordenação do Conselho Político da campanha do senador Osmar Dias (PDT), candidato da Coligação Paraná da Verdade à sucessão estadual. Scalco é ex-ministro da Casa Civil do governo Fernando Henrique Cardoso e ex-presidente de Itaipu Binacional.

Além do coordenador do Conselho político, Osmar já escolheu o secretário de Planejamento da Prefeitura de Curitiba, Antônio Polloni, para a Coordenação do Plano de Governo e o secretário de Meio Ambiente de Curitiba, Luiz Antônio Andreguetto, para a Coordenação Operacional da campanha. Osmar afirma que conhece os três há muito tempo, e que respeita a capacidade técnica e intelectual deles. "A presença do ex-ministro Euclides Scalco, de Antônio Polloni e de Luiz Antônio Andreguetto demonstra que estamos aglutinando em torno da nossa candidatura homens respeitáveis, com muito serviço prestado ao nosso Estado", disse.

Segundo a assessoria de Osmar, ontem ele se reuniu com Polloni e com os grupos de discussão para debater o plano de governo. A intenção agora é, de acordo com Polloni, ampliar a discussão com participação de técnicos dos partidos que compõem a coligação.

O senador Flávio Arns (PT), da coligação Paraná Unido, continuou ontem no mesmo ritmo do primeiro dia de campanha, participando da formatura de alunos dos cursos de costura, higiene e beleza, cabeleireiro e panificação promovidos pela Rede Esperança, em Piraquara, e depois visitando a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná, em Curitiba. Arns esteve acompanhado dos outros dois candidatos que compõem a chapa majoritária – o vice Vitor Hugo Burko (PL) e a candidata ao Senado, Gleisi Hoffmann (PT).

Se nos dois primeiros dias o senador se ocupou de fazer campanha, hoje Arns deve prestigiar o lançamento de candidaturas de correligionários em Curitiba e Ponta Grossa, buscando apoio e fazendo contato com militantes da coligação.

Já o candidato ao governo pela Coligação Voto Limpo, Rubens Bueno (PPS), continuou ontem suas visitas aos diretórios do PPS e do PFL pelo interior, acompanhado pelo vice Marcelo Puppi e o candidato ao senado, Luiz Felipe Haj Mussi. Eles visitaram Maringá, Londrina e Ponta Grossa, com o objetivo de iniciar a estruturação dos comitês regionais de campanha.

O PPS divulgou também que o coordenador do plano de governo da coligação será Luiz Antônio Fayet, Luiz Antonio Fayet, ex-presidente do Banco do Brasil, ex-presidente do Badep e do Banestado e ex-deputado federal. Hoje, os candidatos da chapa majoritária da Coligação Voto Limpo fazem uma caminhada na parte da manhã pelo centro de Curitiba, acompanhados dos candidatos a deputado estadual e federal. Eles saem da Praça Santos Andrade e vão à Boca Maldita, onde iniciam a divulgação do material do partido.

A assessoria do candidato ao governo do PSDC, Luiz Adão Marques informou ontem que ele fez reuniões com lideranças do partido na capital e em Campo Largo. Marques informou que deve ter novas reuniões com lideranças políticas em Curitiba hoje, a fim de estruturar sua campanha.

O governador Roberto Requião (PMDB) deve começar seus trabalhos de campanha na segunda-feira. Anteontem o chefe da Casa Civil, Rafael Iatauro, informou que a agenda de campanha de Requião só será fechada no início da próxima semana.