Foto: Chuniti Kawamura/O Estado

Osmar Dias: buscando apoio dos vereadores.

As candidaturas ao governo do Estado de Roberto Requião (PMDB) e Osmar Dias (PDT) colocam uma parte de suas esperanças em vencer no segundo turno nos apoios que conseguiram no interior, principalmente entre prefeitos e vereadores. Se na capital paranaense, o pedetista conta com o apoio do prefeito Beto Richa (PSDB) e da maioria dos vereadores, no interior o peemedebista ostenta uma relação de apoio de 337 prefeitos, além de 125 vice-prefeitos.

 Na tentativa de equilibrar o grande contingente de prefeitos e vices que apóiam Requião, a candidatura de Osmar anunciou ontem a adesão à sua candidatura de um contingente de 1.300 vereadores e ex-vereadores. Neste contingente, a candidatura de Osmar Dias contabiliza 31 dos 38 vereadores de Curitiba. ?Todo mundo que está aqui veio de livre e espontânea vontade motivado pelo desejo de mudança?, disse o presidente da Câmara de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), durante evento promovido ontem para anunciar o apoio dos vereadores à candidatura do senador pedetista. O líder tucano na Câmara de Curitiba, Mário Celso Cunha, que apoiou Requião no primeiro turno, está com Osmar no segundo turno, em parte porque o seu partido fechou questão com o candidato de oposição ao governo estadual.

O deputado federal Gustavo Fruet (PSDB), mais votado no Paraná para a Câmara Federal, disse que a adesão dos vereadores deve funcionar como ?um multiplicador na sua região?. O prefeito licenciado de Curitiba Beto Richa (PSDB) afirmou que ?conseguimos reunir a grande força eleitoral porque são os vereadores os grandes demandadores dos municípios?.

O evento contou com o presidente da União de Vereadores do Paraná (Uvepar), Bento Batista da Silva. A entidade representa os 3.692 vereadores do estado. Batista alegou que sua opção foi motivada porque o pedetista valoriza a categoria. Ele citou como exemplo disso a escolha de um vereador para suplente. ?Quando a Uvepar solicitou que o senador tivesse um suplente que nos representasse, Osmar colocou o Jorge Bernardi?, disse. Bernardi é vereador do PDT na capital paranaense. As vereadoras Julieta Reis (PSB) e Neli Almeida (PSDB) disseram que a proposta de Osmar de criar a secretaria da Família valoriza a mulher.

Entre os vereadores do interior, participaram do ato o presidente da Associação das Câmaras do centro-oeste do Paraná, Anorosval Colombo, e o presidente da Associação das Câmaras da Micro Regional de Campo Mourão, Claudinei Calori. Durante o evento a Uvepar entregou a Osmar documento dos vereadores paranaenses solicitando que o governo do Estado, caso Osmar se eleja, contribua na construção da Casa da Solidariedade. A casa é um espaço físico que abriga as pessoas encaminhadas pelos vereadores do interior a Curitiba para resolver problemas.