O prefeito interino de Londrina, José Roque Neto, o Padre Roque (PTB), tomou ontem sua primeira medida administrativa ao assinar o decreto n.º 5/2009, revogando o decreto do ex-prefeito Nedson Micheleti (PT) que havia concedido reajuste nas tarifas do transporte coletivo. Assim a tarifa do transporte de Londrina, que foi reajustada para R$ 2,20, volta a R$ 2,00.

Em entrevista à imprensa, na sede da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) de Londrina, o prefeito afirmou que a medida visa trazer benefício concreto à população. “Quero garantir à população de Londrina que ela não será onerada, e que a tarifa de ônibus vai permanecer em R$ 2,00. Com calma iremos analisar todos os itens da planilha de custo do transporte”, disse Padre Roque.

De acordo com o prefeito londrinense, caso seja solicitado, a nova diretoria da CMTU e o corpo técnico da companhia se reunirão com as empresas de transporte coletivo para discutir o assunto. “De qualquer forma quero tranquilizar a população de que ela não será onerada neste momento, e qualquer outra decisão será amplamente discutida”, disse Padre Roque.