Para acelerar o processo de discussão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a base aliada retirou as inscrições de 19 governistas que pretendiam falar na sessão da manhã desta quinta-feira, 13. Segundo a presidência da CCJ, faltam outros 19 parlamentares da oposição para discursar.

Com a retirada das inscrições, a expectativa é que a fase de debates sobre a parecer que pede a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer termine por volta de 14h. Na sequência, haverá nova manifestação do relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) e do advogado de defesa, Antonio Cláudio Mariz de Oliveira. Cada um falará por 40 minutos.

Assim, seria possível iniciar a fase de votação da denúncia antes das 16h, hora marcada para sessão do Congresso Nacional.