O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, comemorou a nomeação do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, para a Secretaria das Micro e Pequenas Empresas, o que representa, em sua visão, a entrada oficial do PSD na base do governo Dilma Rousseff. “O partido que ele representa, vindo apoiar nosso governo, ampliando nossa base, é importante”, disse nesta quarta-feira, 8, no Senado.

A declaração de Carvalho vai em sentido contrário ao que tem afirmado o presidente nacional do PSD, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Embora já afirme apoio da legenda à Dilma na corrida eleitoral do ano que vem, Kassab tem dito internamente que a alocação de Afif no ministério faz parte da cota pessoal da presidente, não representando um adesão oficial da sigla à base governista.

A cerimônia de posse de Afif ocorre na quinta, 9. Ele não pretende se licenciar da vice-governadoria de São Paulo e deve acumular as duas funções. Carvalho disse que não comentaria a situação, que será analisada pela Comissão de Ética da Presidência da República em reunião marcada para o dia 20 deste mês.