O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na noite desta sexta-feira que acredita que o momento é favorável para que o PT consiga vencer as eleições estaduais para o governo de São Paulo. “Nós nunca tivemos tanta oportunidade de ganhar São Paulo como nós temos ano que vem”, afirmou, em evento da sigla em Bauru, no interior paulista.

Segundo ele, apesar de o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que também discursou no evento, não ter se declarado oficialmente candidato “até agora”, ele poderá “morrer feliz” com uma vitória em São Paulo. “Eu terei muito orgulho e poderei morrer feliz se no dia seguinte (das eleições) eu puder anunciar a reeleição da presidente Dilma e, pela primeira vez, de um governo de são Paulo.”

Lula ressaltou que, para conseguir a vitória em São Paulo, é preciso construir uma “aliança importante”. “Temos de nos preparar. Nós não podemos contar com os 30% (de petistas) para ganhar. Precisamos de 50% mais um”, afirmou, fazendo críticas ao principal partido de oposição, o PSDB, que governa o Estado.

“Tucano não é bobo, não tem aquele bico grande à toa. Aquilo é pra enganar.” O ex-presidente também fez críticas e chamou de “analfabeto político” aqueles que dizem não gostar de política, partidos ou sindicatos. “Nós temos que dizer em alto e bom som que fora da política não tem saída.”