O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, classificou como “natural” o pedido da presidente Dilma Rousseff para que Nelson Jobim apresentasse sua demissão do cargo de ministro da Defesa. Padilha, que cumpre agenda hoje no Rio, disse que “a presidenta é quem indica, mantém ou muda seus ministros e tem seus motivos para isso”.

“Todos nós, ministros, temos que saber que o cargo é da presidenta. Ela que nos nomeou e suas decisões são absolutamente naturais. O fundamental é que o governo tem um projeto político muito claro e que todos os ministros que assumam cumpram as decisões da presidenta”, disse Padilha, que durante o governo Lula foi ministro das Relações Institucionais.

Ele também comentou a substituição de Jobim por Celso Amorim. “Tenho certeza absoluta que o ministro Celso Amorim vai ter um papel muito importante não só para a Defesa, mas para o conjunto do governo e vai seguir as orientações da presidenta”.