O Paraná receberá mais 258.400 doses da vacina contra a covid-19. Segundo informações da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), os imunizantes devem chegar na noite desta terça-feira (16), às 21 horas, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais.

Com as novas doses, a expectativa é de que a vacinação não seja paralisada por muito tempo, ou interrompida em Curitiba. Na segunda-feira (15), a Prefeitura de Curitiba informou que a baixa quantidade de doses poderia paralisar a vacinação a partir de quarta-feira (17).

LEIA TAMBÉM – Plano do Paraná é vacinar até 4 milhões de pessoas até fim de maio, mas faltam doses para isso

Um novo cronograma de vacinação em Curitiba deverá ser divulgado nesta quarta. Segundo a prefeitura, a divulgação de um novo cronograma é feito apenas depois de receber as doses, com a confirmação da quantidade recebida.

Com a nova remessa enviada pelo Ministério da Saúde do imunizante CoronaVac, desenvolvido pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, o Paraná chega à marca de 1.260.000 doses recebidas. É a oitava fase de envios do governo federal. Esta etapa conta com a distribuição de 3,4 milhões de doses aos estados.

Os imunizantes serão recepcionados no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba. Após a verificação da qualidade e subdivisão, as vacinas serão distribuídas para as Regionais que formam o sistema público de saúde do Estado.

O Paraná recebeu 1.001.600 doses de vacinas contra a Covid-19 desde o início da campanha de imunização, em 18 de janeiro. Da Coronavac/Instituto Butantan foram seis remessas: 265.600 no primeiro lote, 39.600 no segundo, 147.200 no terceiro, 64.800 no quarto, 146.800 no quinto e 148.600 no sexto lote, na semana passada. Do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford/AstraZeneca/Fiocruz foram outras 189 mil doses.

Até esta terça-feira (16), 679.615 paranaenses foram imunizados contra a covid-19, sendo 506.333 com a primeira dose e 173.282 que já completaram o ciclo, com as duas aplicações. Com isso, o Estado vacinou, com a primeira dose, 12,5% do total de 4.019.115 de paranaenses dos grupos prioritários.

Com as novas doses, o Paraná dá continuidade à aplicação nos públicos prioritários, seguindo o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, na mesma linha do Programa Nacional de Imunizações (PNI).