Mesmo derrotada no Paraná, onde perdeu por 55% a 44%, a eleição de Dilma Rousseff fortalece alguns nomes da política estadual na cenário nacional. Sem mandatos para o ano que vem, o senador Osmar Dias (PDT), o governador Orlando Pessuti Pessuti (PMDB) e o ministro Paulo Bernardo (PT) são cotados para ocupar ministérios no governo Dilma. Todos estavam ontem em Brasília, junto com a senadora eleita Gleisi Hoffmann (PT), acompanhando a apuração ao lado da presidenta eleita, mas o assunto estava proibido na comemoração.

“Agora não é hora de falar disso, é hora de comemorar. Depois ela (Dilma) ainda tem que descansar porque a campanha foi muito dura. Mas é claro que o Paraná será prestigiado na montagem da equipe de governo”, comentou Gleisi.

Pessuti disse que “a Dilma está satisfeita com nosso esforço e o Paraná será reconhecido pela luta de seus companheiros”, disse o governador para depois acrescentar: “o Paraná tem três ministros no governo Lula e, com certeza, terá assegurada sua representatividade. Temos vários nomes a oferecer e ela tem liberdade para escolher. Vamos aguardar.”