O deputado estadual Ademar Traiano (PSDB) anunciou ontem que apresenta no próximo dia 13 o parecer sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acaba com a reeleição para os cargos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.

Depois de mais de cem dias sem entregar o relatório, Traiano foi cobrado na sessão de anteontem por um dos integrantes da Comissão Especial, deputado Tadeu Veneri (PT) , e por deputados que assinaram a PEC.

Ontem à tarde, Traiano se reuniu com Veneri e o presidente da Comissão, Luiz Claudio Romanelli (PMDB), e concordou em apresentar o parecer. O tucano justificou que seu parecer demorou porque estava fazendo um levantamento de informações sobre as regras das eleições de Mesas Diretoras em outras assembleias do País. “Fiz um arrazoado de informações para que todos os partidos possam ser contemplados na proposta”, afirmou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Justus (DEM), disse que colocará a proposta em votação assim que Traiano entregar o parecer. Entretanto, dificilmente, a matéria será votada em plenário antes das eleições como pretendiam os deputados que apoiam a PEC.

Veneri disse que não vê problemas na data de votação porque, a partir do momento em que a proposta for aprovada na Comissão Especial, haverá pressão popular suficiente para que seja submetida ao plenário.