O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, afirmou nesta Sexta-feira (20) que o partido está pronto para receber o ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB), caso ele faça opção em se filiar em outro partido. “Se depender de mim, as portas estão abertas, os tapetes estendidos e eu estarei aqui para aplaudí-lo quando ele chegar. Mas a filiação é da vontade própria de cada um”, comentou. Lupi esteve em Curitiba para a cerimônia de posse do novo superintendente regional do Trabalho e Emprego no Paraná, Neivo Beraldin.

O ministro confirmou que já houve conversas entre lideranças do PDT e Fruet, um dos possíveis candidatos à Prefeitura de Curitiba nas eleições municipais do ano que vem. “Já houve algumas conversas, sim. Ele é um homem de bem. A decisão é dele, um ato pessoal e intransferível. Mas se ele decidir (pela filiação no PDT), será muito bem vindo. O partido sempre recebe de braços abertos os homens de bem”, afirmou Lupi.

O ministro ainda ressaltou que as últimas notícias divulgadas pela imprensa sobre a evolução do patrimônio do ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, não abalam o governo federal.

“Qualquer pessoa na função pública sempre tem essas dificuldades de ter sua vida investigada, vasculhada. É um ônus. Cada um de nós tem que saber rsponder. Acho que ele (Palocci) já respondeu. A empresa dele é registrada, tudo está no imposto de renda. A oposição faz esse papel, de criar barulho. Com o governo dando tudo certo, tem que criar alguma cosia para desestabilizar. Não é uma marola que vai fazer a gente desistir”, declarou Lupi.