O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, terminou de ler o seu voto no plenário do STF contra o pedido de intervenção no Distrito Federal feito pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Em seu voto, Peluso observou que medidas foram tomadas para tentar controlar os problemas recentemente vividos no Distrito Federal, que culminaram inclusive com a prisão do ex-governador José Roberto Arruda.

 

Peluso afirmou que em breve a população do Distrito Federal terá a oportunidade de escolher democraticamente o seu governador. Peluso é o relator do pedido de intervenção que está em votação hoje no plenário do STF.

Depois do seu voto, o julgamento foi suspenso para intervalo. No retorno, os outros ministros deverão se manifestar sobre o pedido de intervenção federal.