O governador Orlando Pessuti (PMDB) faz a partir do dia 3 a sua derradeira viagem ao exterior no exercício do cargo. Em pedido de licença encaminhado à Assembleia Legislativa, Pessuti informa que embarca para o México para participar da 16ª Conferência das Partes da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre mudanças climáticas (COP-16). Depois do México, Pessuti irá à Europa e retorna no dia 12 de dezembro.

Na ausência dele, o governo será comandado pelo presidente da Assembleia, Nelson Justus (DEM). Durante reunião na semana passada, o deputado e o governador combinaram a interinidade.

Durante a campanha eleitoral, durante os afastamentos de Pessuti, o cargo foi ocupado pelo presidente do Tribunal de Justiça. Justus também se licenciava da presidência da Assembleia para não se tornar inelegível se tivesse que assumir o governo.

A viagem de Pessuti coincide com o período de formação da equipe da presidente eleita Dilma Rousseff (PT). O governador do Paraná está postulando um espaço na equipe de Dilma. Anteontem, Pessuti se reuniu em Brasília com o presidente nacional do PMDB e vice-presidente eleito, Michel Temer, para tratar da sua possível indicação.