O café da manhã realizado ontem na casa do deputado estadual Ângelo Vanhoni reuniu os vereadores da bancada petista na Câmara Municipal, o presidente municipal do partido, Roberto Salomão, e o deputado estadual Tadeu Veneri. O objetivo do encontro foi discutir as eleições municipais do ano que vem. A intenção dos vereadores era conversar com Vanhoni, pré-candidato à Prefeitura de Curitiba, sobre o projeto de governo para 2005.

“Foi um encontro excelente. Mesmo antes de nos preocuparmos com quem será o candidato do partido já estamos discutindo projetos para a cidade”, disse o vereador Pedro Paulo Costa, organizador do evento. Segundo ele, o candidato a prefeito deverá ser definido em consenso.

Na primeira quinzena de junho um novo encontro deverá reunir vereadores, deputados estaduais e federais e o senador do partido. “Vamos discutir os problemas da cidade e fazer um diagnóstico político, social e econômico de Curitiba”, explicou. Ontem, alguns pontos principais já foram debatidos. “Fizemos uma análise da conjuntura, até porque é isso o que a população espera, que o PT tenha um programa. Os governos, federal e estadual, já definiram suas políticas sociais como estratégia, e Curitiba não pode ficar de fora disso”, afirmou Costa.

Dentre os principais problemas levantados o vereador destacou falhas na política social, principalmente no tratamento dado às creches e a segurança pública. “Na política social a Prefeitura deve muito à população. Curitiba está longe de ser o paraíso que o prefeito prometeu em 2000, falta visão de prioridades”, opinou.

O vereador André Passos também considerou o resultado do encontro positivo. “Foi um encontro informal, e ainda vamos nos reunir mais vezes, porque é importante estarmos nos encontrando sempre para fazermos uma análise da conjuntura”, destacou. Ele disse ainda que os primeiros quatro meses de trabalho na Câmara também foram avaliados.

“Esta reunião é um fato importante, mas que sempre acontece. O Vanhoni é um dos pré-candidatos do PT, além de ser o candidato natural do partido. Por isso o principal assunto foi mesmo a cidade de Curitiba”, contou Passos.