O anúncio da reforma administrativa e ministerial prevista para esta quinta, 24, foi adiada para a próxima semana conforme antecipou hoje o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, segundo nota oficial divulgada há pouco pelo Palácio do Planalto.

De acordo com a nota, a presidente Dilma Rousseff está “efetivando proveitoso diálogo com os partidos políticos com representação no Congresso Nacional”.

Ainda de acordo com o Planalto, o objetivo da reforma é ampliar a eficiência e a boa gestão dos recursos públicos, assim como assegurar a estabilidade política e econômica do Brasil.

Como justificativa para o adiamento, o Planalto informou que “alguns dos partidos que integram a base aliada solicitaram o adiamento do anúncio da nova composição ministerial para que mais consultas possam ser realizadas”.