Os peemedebistas deputados estaduais, federais e a executiva do partido iriam se reunir ontem à noite para começar um processo de construção da candidatura do vice-governador Orlando Pessuti à sucessão do governador Roberto Requião (PMDB) nas eleições do próximo ano.

O presidente estadual do partido, deputado Waldyr Pugliesi, reconhece que não há unanimidade em torno da indicação do vice-governador, mas considera que está é a tendência da maioria da legenda.

“Logicamente que tem divergência, mas qual é o partido que não as tem?”, afirmou Pugliesi, ontem, na tribuna da Assembleia para defender o lançamento de Pessuti. Segundo ele, a decisão de concorrer com candidatura própria ao governo é a primeira etapa para a consolidação do nome de Pessuti.

Um adesivo com a inscrição “Amigos do Pessuti” está sendo distribuído entre os filiados e lideranças do partido para ajudar na ampliação dos apoios ao vice-governador.