O PMDB e o DEM deverão presidir as principais comissões técnicas da Assembleia Legislativa. O PMDB deverá ficar com as comissões de Finanças e Orçamento e o DEM mantém o comando da Comissão de Constituição e Justiça e assume a presidência da Comissão de Educação.

Menos de duas semanas após deixar a presidência da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Nelson Justus (DEM) conseguiu obter um acordo entre as lideranças dos partidos para ser indicado presidente da CCJ. Vai ocupar o lugar que, na legislatura passada, esteve com o seu colega de partido, o atual secretário da Casa Civil, Durval Amaral (DEM). Na Comissão de Educação, o indicado é o deputado Osmar Bertoldi.

As indicações foram feitas nesta terça-feira, mas a oficialização dos nomes dos integrantes e do presidente ficaram para a próxima quinta-feira. Na maioria das dezenove comissões, houve consenso, mas em duas, há indícios de disputa.

Luiz Eduardo Cheida (PMDB) e Raska Rodrigues (PV) brigam pela presidência da Comissão de Ecologia e Meio Ambiente. Na Comissão de Ciência e Tecnologia, o PMDB também reivindica a presidência, mas o pastor Edson Praczyck (PRB) tem o apoio dos aliados tucanos para presidir a comissão. O impasse, provavelmente será decidido no voto.

Na Comissão de Orçamento, o PMDB terá que dividir o poder com o DEM. O peemedebista Nereu Moura é o presidente, mas o relator é do DEM. Caberá ao deputado Elio Rusch (DEM) a palavra final nas discussões das propostas orçamentárias do governo para o estado.

O PSDB, partido do governador, vai presidir a Comissão de Segurança, cujo comando está prometido para o deputado Mauro Moraes. Os tucanos também pedem a presidência da Comissão de Direitos da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso.

O PT indicou os presidentes das comissões de Cultura (Péricles Melo), Direitos Humanos (Tadeu Veneri) e Mercosul (José Lemos). O bloco PPS/PMN deve indicar as presidências das comissões de Saúde (Dr.Batista) e Obras Públicas, Transporte e Comunicações (Marcelo Rangel).

O PDT poderá comandar a comissão de Indústria, Comércio e Turismo e o PP, a comissão de Tomada de Contas. Há pelo menos quatro legislaturas, Duilio Genari é o presidente da comissão e foi indicado novamente. O bloco PSB/PSC fechou acordo para indicar o presidente da Comissão de Agricultura. O indicado é o deputado Hermas Brandão Junior. Para a Comissão de Defesa do Consumidor, o indicado do bloco é o deputado Leonaldo Paranhos.

O presidente da Comissão de Ética e o Corregedor são escolhidos diretamente pelo presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni (PSDB).