Integrantes da cúpula do PMDB de Pernambuco se reuniram nesta terça-feira (07) com o presidente nacional do partido, senador Valdir Raupp (RO), para discutir uma possível candidatura do partido ao governo do Estado em 2014. O encontro ocorreu em Brasília, no gabinete de Raupp.

A discussão mira a disputa presidencial do próximo ano. Uma candidatura própria do PMDB no Estado garantiria à presidente Dilma Rousseff um palanque no Estado comandado por Eduardo Campos (PSB), um dos possíveis adversários da petista. Aliado de Campos, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) foi convidado para a reunião, mas não participou do encontro.

“A forma de nos valorizarmos é com uma candidatura própria”, disse o presidente Estadual do PMDB em Pernambuco, Dorany Sampaio. Ele minimizou o fato de os dois partidos terem feito uma aliança vencedora, na última eleição municipal, que conduziu Geraldo Julio (PSB) ao comando da capital pernambucana. “Foi um acordo pontual que se restringiu a Recife”, afirmou o dirigente.

Uma decisão sobre a candidatura ao governo de Pernambuco deve ocorrer, no entanto, apenas em setembro. Os partidos têm até o próximo mês de outubro para filiarem os pré-candidatos que disputarão uma vaga em 2014.

Um dos nomes colocados no encontro de hoje para disputar o governo do Estado é o do prefeito de Petrolina, Julio Lóssio (PMDB), que faz oposição ao governador Eduardo Campos.