Os candidatos do PMDB começam agora a fazer comícios. Ontem à noite, os candidatos ao governo, senador Roberto Requião, e ao Senado, ex-governador Paulo Pimentel, participaram de dois grandes encontros com eleitores: um em Curitiba e outro em Pinhais. Mas as viagens ao interior seguem na agenda dos candidatos, devendo ser retomadas na quarta-feira.
A campanha na região metropolitana voltou à agenda depois de três dias percorrendo o Estado. Até agora já são mais de 200 visitas a municípios paranaenses. No sábado à noite Requião, Pimentel e o candidato a vice-governador, deputado estadual Orlando Pessuti, estiveram em Pitanga. Eles participaram do comício do vereador Alexandre Curi, candidato a uma vaga na Assembléia Legislativa e que reuniu cerca de 12 mil pessoas.
Já ontem de manhã, Requião e Pimentel passaram por Assis Chateabriand. Os candidatos participaram de reunião com eleitores organizada pelo deputado estadual Nereu Moura e pelo deputado federal Moacir Micheletto, ambos em busca da reeleição. Pimentel lembrou que foi ele quem assinou a lei criando o município nos anos 60, quando era governador do Estado.
Sudoeste
Em Francisco Beltrão, a reunião com os candidatos no CTG da cidade se transformou numa grande festa, com a presença de prefeitos e políticos de várias cidades da região. Eles estavam acompanhados do deputado estadual Caíto Quintana e do deputado federal Osmar Serraglio, que disputam a reeleição apoiados por municípios da região.
Para Quintana, a hora é de mudança. “O interior foi esquecido pelo atual governo”, destacou. Serraglio também foi enfático na defesa dos candidatos do PMDB. “Requião e Pimentel são as melhores opções para o Paraná”, afirmou. O candidato ao Senado também destacou a necessidade de mudanças no governo. “Vamos beneficiar o homem do interior”, observou Pimentel.
A aceitação das propostas do PMDB pode ser sentida em Capanema, onde Requião e Pimentel participaram de carreata gigante. Depois, visitaram a Festa do Melado no parque de exposições da cidade. O candidato ao governo, a convite da Associação dos Municípios do Sudoeste e da Associação das Câmaras Municipais do Sudoeste, teve tempo para apresentar as propostas de governo.
Requião recebeu um documento com os pedidos das entidades que representam 42 municípios. Ele garantiu que a agricultura vai ser uma das prioridades do novo governo. Entre as propostas, destacou a garantia de preço mínimo para culturas estratégicas, a participação do Estado no seguro de safra e o financiamento com equivalência-produto é a volta do programa “Panela Cheia”. Em apenas dois dias, Requião e Pimentel visitaram 14 municípios da região.
Edilson Romanini