Os tiros disparados contra os ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no interior do Paraná, em março, foram intencionais. A informação consta em nota da Polícia Civil do Paraná divulgada nesta quarta-feira (2). Segundo a nota, a pessoa que fez o disparo teve a intenção de atingir a caravana.

Leia mais: Em nota, Sesp afirma que caravana de Lula não pediu escolta oficial

Em 27 de março, dois dos três ônibus da caravana foram atingidos por quatro tiros. Um dos veículos, que era ocupado por jornalistas que acompanham a comitiva e era o último do comboio, teve duas perfurações na lataria, dos dois lados. Outro tiro atingiu um dos vidros.

A Delegacia de Laranjeiras do Sul segue investigando quem efetuou o disparo e qual foi a motivação.

Confira a nota da Polícia Civil na íntegra:

‘Com relação ao ataque à caravana do ex-presidente Lula, ocorrida no dia 27 de março deste ano, o delegado-responsável pelas investigações, Helder Andrade Lauria, informa que de acordo com investigações realizadas até o momento pode-se afirmar o disparo que atingiu o ônibus em questão, foi intencional. Ou seja, a pessoa que disparou teve a intenção de atingi-lo. Entretanto quem efetuou esse disparo e a razão pela qual disparou ainda está sendo investigada pela Delegacia de Laranjeiras do Sul. Mais detalhes não serão fornecidos para não atrapalhar o andamento das mesmas.”

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/seguranca/homem-baleado-em-acampamento-pro-lula-recebe-alta/