Foi preso nesta quarta-feira (11) pela Polícia Federal o advogado e ex-candidato ao governo do Paraná Túlio Bandeira. Ele era considerado foragido desde dezembro do ano passado, quando foi deflagrada a quinta fase da Operação Pecúlio.

Segundo a Polícia Federal, Tulio é suspeito de envolvimento a um esquema de corrupção na prefeitura de Foz do Iguaçu, a qual também foi candidato. Em setembro do ano passado Tulio chegou a ser preso por alguns dias por participar de uma associação criminosa. Ele também foi preso pela Polícia Civil de Mato Grosso por oito dias pelo mesmo motivo.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/politica/candidato-prefeitura-de-foz-do-iguacu-e-preso-por-associacao-criminosa/

Desta vez, o advogado tem contra si um mandado de prisão preventiva, ou seja, quando não há prazo para ser solto. Ele está sendo transferido nesta quinta-feira (12) para o Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

A operação

A Polícia Federal cumpriu 28 mandados.  Alguns deles são dirigidos aos 12 dos 15 vereadores já presos pela Polícia Federal em Foz do Iguaçu. Todos são suspeitos de receberem uma mesada em troca de apoio a projetos do interesse da prefeitura.