Os preparativos técnicos para a reunião dos governadores do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul), na segunda-feira (19), em Foz do Iguaçu, começam neste sábado, com um encontro de trabalho entre os comandantes da Polícia Militar, os delegados-chefes da Polícia Civil, os superintendentes das polícias Federal e Rodoviária Federal, representantes dos serviços estaduais de inteligência do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. O planejamento e as propostas conjuntas de combate ao crime compõem o primeiro item para pauta da reunião dos governadores.

“É a contribuição dos Estados para reduzir o índice de criminalidade na região”, ressalta o secretário do Codesul do Paraná, Santiago Martin Gallo. Os trabalhos de preparação do encontro dos governadores, em Foz do Iguaçu, serão abertos pelo secretário executivo do Codesul, Idenir Cecchim (RS) e se estendem até domingo, quando as propostas serão apresentadas ao coordenador do Conselho de Segurança, José Otávio Germano, também secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, Estado que este ano preside o bloco. “Consideramos que o trabalho integrado de inteligência é fundamental”, diz Cecchim.

Turismo integrado

O desenvolvimento do turismo integrado também vai ser tema de destaque na pauta dos governadores e será exposto pela secretária do Planejamento do Paraná, Eleonora Bonato Fruet, que vai explicar a importância de dois passos que o Codesul pode dar para garantir a implantação do Prodetur, Programa de Ação para o Desenvolvimento Integrado do Turismo.

O primeiro é que pelo menos dois Estados, o Paraná e o Rio Grande do Sul, apresentem até agosto seus projetos executivos, para que o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) libere os US$ 330 milhões que vêm sendo negociados para a região do Codesul. O segundo, que todos os Estados se unam para obter o compromisso do Governo Federal, através do Ministério do Turismo, de liberação de outros US$ 40 milhões, ou US$ 10 milhões por Estado.

As obras previstas pelo Prodetur incluem revitalização urbana e saneamento e devem ser complementadas com financiamentos do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) à iniciativa privada para construção de equipamentos turísticos. A secretária do Planejamento ressalta, ainda, a importância de que o Banco do Brasil, que será mutuário do Codesul no empréstimo do BID, aceite negociar taxas abaixo das estabelecidas.

A programação dos governadores em Foz do Iguaçu começa na noite de domingo, quando serão recebidos para um jantar pelo secretário do Turismo do Paraná, José Cláudio Rorato . Participam o governador Roberto Requião (PR), Germano Rigotto (RS), José Orcírio Miranda dos Santos(MS) e o vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, que representa o governador Luiz Henrique da Silva, em viagem pelo exterior.