Políticos brasileiros simpáticos ao presidente Hugo Chávez usaram o Twitter para lamentar a morte do venezuelano, anunciada no final da tarde desta terça-feira. Manifestando solidariedade ao povo venezuelano, parlamentares de esquerda exaltaram a liderança de Chávez.

“Minha solidariedade ao povo venezuelano. Que todo o processo de eleição e transição seja marcado pelo respeito e paz, sem golpismo”, disse a deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) em seu perfil. Para o presidente da Embratur, Flávio Dino, Chávez “está com Deus e na história”.

“Hugo Chávez entra para história como herói venezuelano e grande líder na América do Sul”, afirmou o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE). “O povo, ao lado de Nicolas Maduro, assume a tarefa de continuar a construção socialista iniciada por Chávez”, completou. “O mundo perdeu um revolucionário. A luta continua!”, comentou o vereador de São Paulo Orlando Silva (PCdoB).

Pelo PT, uma das primeiras manifestações foi do senador Humberto Costa (PE). “A América do Sul, não só a Venezuela, acaba de perder um líder”, disse o senador, destacando o esforço do venezuelano em promover o bem-estar social e a luta contra o “abismo de desigualdades” naquele país. “Hugo Chávez também contribuiu muito para a unidade e a independência de nosso continente”, emendou.