Foto: Prefeitura de Jacarezinho

Prefeita Tina Toneti: nada irregular.

A prefeita de Jacarezinho, Tina Toneti (PT), negou ontem que existam casos de nepotismo em sua administração. Disse que a procuradoria do município está preparando um parecer jurídico para enviar ao Ministério Público (MP), que pediu explicações sobre a denuncia de que teria contratado a mãe, o tio e dois primos em cargos de comissão.

Segundo a prefeita, a mãe dela, Rosi de Andrade Toneti, é concursada e em sua administração passou a ocupar um cargo de confiança dentro da Secretaria Municipal de Educação, onde estava lotada. Explica que isso não tem nada de irregular porque até 20% desses cargos precisam ser preenchidos por funcionários públicos.

Além disso, afirma que as outras pessoas não são parentes diretos. O MP investiga se o diretor do Departamento de Obras, Mauro Pinto, seria tio dela e se Aline e Carlos Costa, seriam primos. Ela trabalha no setor de agenciamentos de consultas, na Secretaria Municipal de saúde, e ele como fiscal no Departamento de Educação.

O MP também pediu explicações sobre casos de nepotismo que estariam acontecendo em algumas secretarias, como a de Assuntos Jurídicos. O órgão vem repetindo o mesmo procedimento em outras Prefeituras do Estado e Câmaras de Vereadores. Onde o MP encontra a irregularidade, pede a imediata demissão. Quem não atende a determinação enfrenta uma ação civil pública por improbidade administrativa na Justiça.