O prefeito e o vice de Rolândia tiveram seus mandatos cassados pelo Tribunal Regional Estadual (TRE-PR). Johnny Lehmann  e José Danilson  foram reeleitos no pleito de outubro, mas de acordo com o órgão, os dois foram acusados de exercer abuso de poder econômico e de usar a máquina pública para se promover.

Como Lehmann e Danilson obtiveram a maioria de votos, a dupla que ficou em segunda posição não poderá exercer o cargo, portanto, o presidente da Câmara deve assumir a cidade até que uma nova eleição seja realizada.