O presidente em exercício do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Alberto de Paula Machado, defendeu ontem a importância do convênio firmado pela Seccional da OAB do Paraná com o governo do Estado e o Tribunal de Justiça (TJ-PR) para implantação da advocacia dativa.

Rechaçando os críticos do convênio, ele afirmou que a OAB continuará pugnando pela implantação das Defensorias Públicas em todo o País, mas observou que esse serviço ainda não está estruturado no Paraná, “e seria cruel impedir qualquer tipo de prestação de serviço jurídico aos mais necessitados, que não por meio das Defensorias Públicas”.