O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, preso pela segunda vez na Operação Lava Jato, fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) por volta das 10h30 desta terça-feira (17), em Curitiba. Além dele, também passaram pelo procedimento, que é padrão após a prisão, Adir Assad, Lucélio Goes, Sônia Marisa Branco e Dario Teixeira Alves.

Todos foram presos na décima fase da operação e estão detidos na carceragem da Polícia Federal (PF), no bairro Santa Cândida, desde segunda-feira (16). Eles foram levados em uma van branca sob escolta da PF e retornaram à carceragem por volta das 11h20. Ninguém conversou com a imprensa.

Há a expectativa de que o grupo preste depoimento ao longo do dia. Com informações do G1.