O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já está decidido a pedir abertura de inquérito contra a presidente Dilma Rousseff por obstrução de investigação judicial. A informação é da coluna Radar Online, da revista Veja.

Janot já tinha essa convicção desde a delação de Delcídio do Amaral, antes mesmo da divulgação do áudio da conversa em que ela combina com Lula de enviar antes a ele seu termo de nomeação para o caso de ele ter a prisão preventiva decretada antes da posse.