A Comissão de Constituição e Justiça aprovou ontem, 11, projeto de autoria do deputado Ney Leprevost (PP), que estabelece a obrigatoriedade da programação da Rádio e da TV Educativa ser exclusivamente de interesse nacional, sendo proibida a retransmissão de programações diárias de outros países, que tenham cunho ideológico.

O alvo de Leprevost seriam os programas produzidos pela TeleSur, uma rede de televisão estatal, de propriedade de vários países da América Latina, e que tem sede na Venezuela, de Hugo Chávez.

Dissabores

Somente os deputados Tadeu Veneri (PT) e Luiz Claudio Romanelli (PMDB) votaram contra. Os demais integrantes da bancada do governo na CCJ, Nereu Moura, Caito Quintana e Artagão Junior, faltaram à reunião. Se deixar passar a matéria em plenário, Romanelli vai ter muitos dissabores com o governador Roberto Requião, telespectador assíduo da programação da Telesur.