Em suas cerimônias de posse, Rafael Greca (PMN) fez duas promessas que deveriam ser cumpridas logo no início da gestão.

Segundo o prefeito, no dia 10 de janeiro seria apresentado “um balanço” da cidade, especialmente das finanças, e nesta quinta-feira (12) aconteceria um mutirão de lavagem da Rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba.

Entretanto, os sete dias que o prefeito passou internado para tratar de um tromboembolismo (coágulo) pulmonar comprometeram o cumprimento dos prazos prometidos.

De acordo com informações da prefeitura, as medidas não foram canceladas, apenas adiadas e remodeladas em função, principalmente, do internamento do prefeito.

Limpeza da XV

O mutirão de limpeza na Rua XV de Novembro será convertido, num primeiro momento, em ações descentralizadas para limpeza da cidade com o objetivo de reduzir os focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O próprio prefeito Rafael Greca postou em sua conta no Facebook sobre essas ações. Nesta quinta-feira, elogiou a equipe da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Depois de feitas as ações contra a dengue, a prefeitura reafirma a intenção de fazer um mutirão de limpeza da Rua XV, ainda sem data definida.

A ideia do Executivo é também promover ações da Secretaria de Urbanismo para fiscalizar o comércio irregular no calçadão e da Fundação de Ação Social para acolher os moradores de rua.

Balanço da prefeitura

Como Rafael Greca não estava disponível para cumprir expediente na prefeitura, os secretários municipais não conseguiram apresentar e aprovar os relatórios feitos sobre a situação de suas pastas.

Além disso, a prefeitura confirma que problemas burocráticos também interferiram no atraso, especialmente na Secretaria de Finanças, onde o trabalho tem sido mais complexo.

Segundo o Executivo, as reuniões dos secretários com o prefeito devem ocorrer nos próximos dias.