A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que implanta o voto distrital misto nos municípios com mais de 200 mil eleitores, de autoria do deputado federal Silvio Torres (PSDB-SP), pode entrar na pauta de votação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados amanhã. A pauta da CCJ está travada por conta da polêmica em torno da PEC que prorroga a CPMF. "Seria muito bom que a matéria fosse apreciada, pois ela já conta com parecer favorável do relator Bruno Araújo (PSDB-PE)", destacou Torres.

Na avaliação do parlamentar, o voto distrital poderá ser o marco experimental para a reforma política brasileira, já que seria uma solução para minimizar os custos das campanhas eleitorais e reduzir a influência do poder econômico nas eleições. Se for aprovada na CCJ, a PEC será analisada por uma Comissão Especial a ser constituída. Posteriormente será encaminhada ao plenário da Câmara para votação e depois ao Senado Federal. "Este seria o primeiro passo para se tentar mudanças por etapas no atual sistema eleitoral brasileiro", destaca Silvio Torres, reiterando que se houver vontade política, a proposta tem condições de ser implantada nas eleições municipais do ano que vem.