A manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff na capital gaúcha vai começar às 14 horas com uma concentração no Parque Moinhos de Vento (Parcão). Assim como nos protestos realizados em meses anteriores, haverá uma caminhada com destino ao Parque Farroupilha (Redenção).

A mobilização é organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e pelo Movimento Vem pra Rua, que esperam reunir entre 40 mil e 50 mil pessoas. “O objetivo é superar o número de 30 mil participantes do protesto de 12 de abril, mas sabemos que será difícil alcançar os 100 mil do dia 15 de março. Aquilo foi histórico e não se faz história a cada seis meses”, disse ao Broadcast Christiano Huber Neto, um dos coordenadores do MBL no Rio Grande do Sul.

A Brigada Militar informou que 400 policiais vão acompanhar a caminhada de cerca de 4 quilômetros em Porto Alegre para garantir a segurança dos participantes. Na capital do Estado o tempo está nublado, mas não há previsão de chuva.

Pelo menos outras 20 cidades gaúchas devem realizar protestos ao longo do dia de hoje. A pauta defendida tanto pelo MBL como pelo Movimento Brasil Livre é o combate à corrupção e o impeachment da presidente Dilma Rousseff.