O deputado Marcos Montes (PSD-MG), líder do PSD na Câmara, anunciou que a bancada do partido na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) vai votar contra o pedido da Procuradoria-Geral da República, para investigar o presidente Michel Temer. “O partido, com muito equilíbrio, fez esse fechamento de questão. Todo o partido confia no homem e no pai de família Michel Temer”.

Os líderes da maioria dos partidos da base, que não são membros da comissão, fizeram questão de vir ao colegiado para defender a decisão da legenda, favorável ao Palácio do Planalto. Além de Montes, o líder do PMDB, deputado Baleia Rossi (SP), também usou o microfone para explicar o posicionamento da sigla.