A presidente Dilma Rousseff nomeou Rodrigo Janot Monteiro de Barros para exercer o cargo de procurador-geral da República, na vaga decorrente do término do segundo mandato de Roberto Gurgel. O decreto com a nomeação está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 12.

Janot teve seu nome aprovado pelo plenário do Senado na última terça-feira. Em votação secreta, foram 60 votos favoráveis, quatro contrários e nenhuma abstenção à sua indicação para o cargo. O cargo de procurador-geral da República está vago desde o 15 de agosto, quando Gurgel deixou o posto.

Itamaraty

O diplomata José Eduardo Martins Felício foi indicado, pela presidente Dilma Rousseff, para exercer o cargo de embaixador do Brasil no Paraguai. A indicação consta de mensagem publicada no DOU de hoje e encaminhada ao Senado Federal, que deve apreciar e aprovar o nome do diplomata para o cargo.