Quando não quer alongar a conversa, o presidente estadual do PMDB, deputado Waldyr Pugliesi, não se faz de rogado. “Não fui porque não fui”, disse ao ser questionado sobre os motivos de sua ausência na festa de aniversário do governador Roberto Requião (PMDB), na semana passada.

Ao que consta, Requião quer que Pugliesi repasse a presidência do partido para ele, assim que deixar o governo do Estado. E Pugliesi não tem a menor intenção de atender esse pedido.