O deputado federal Oliveira Filho, presidente estadual do PL reúne os deputados federais e estaduais do partido na próxima segunda-feira (dia 20), em Curitiba, para reavaliar a posição de apoio ao governo do Estado. “Já nos cansamos das atitudes e do pouco caso do governo do Estado. Não vou impor coisa alguma aos deputados do PL. Vamos colocar as situações sobre a mesa e, como Liberais que somos, decidir juntos a posição a ser tomada daqui para a frente”, disse o dirigente do PL, que reclama a concessão de mais cargos ao partido – um dos integrantes da base de apoio do governo Roberto Requião (PMDB) nas eleições do ano passado.

Em resposta às críticas, o chefe da Casa Civil, Caíto Quintana, afirmou que as cobranças feitas pelos parlamentares do PL são naturais e que existe a disposição do governo em ter o partido ainda mais presente na administração. “O governo tem mantido um bom relacionamento com o PL e com todos os partidos que compõem a base aliada. Estamos sempre abertos a conversas”, comentou.

Respeito

Segundo Quintana, o governo tem o maior respeito pelo PL e que qualquer tipo de dificuldade que possa estar ocorrendo se deve ao fato de este ano ter sido de ajustes e de muita luta para pôr as finanças do Estado em dia. “O tratamento para com o PL é o mesmo que o com todos os partidos, até o PMDB. Este ano precisamos concentrar recursos e tivemos algumas prioridades, como na área da saúde”, afirmou o chefe da Casa Civil.