O prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB) disse ontem, durante o lançamento de um dos principais programas de sua administração, o Comunidade-Escola, em parceria com a Unesco, que o País assiste com perplexidade à enxurrada de denúncias de corrupção envolvendo o partido político e os principais colaboradores do presidente da República. ?São fatos que deixam a todos nós perplexos, porque as denúncias de hoje são piores do que as de ontem; e as de amanhã, podem ser piores ainda?, lamentou Richa, que defende uma profunda investigação sobre os fatos como providência indispensável para tentar contornar o momento mais crítico do atual governo.

O deputado federal Gustavo Fruet, sub-relator da CPI dos Correios, também participou do lançamento do Comunidade Escola, iniciativa que fez questão de destacar: ?No momento em que o Brasil discute tanta corrupção, Curitiba está dando um exemplo ao País, abrindo as portas da escola para trabalhar, de forma integrada, pelo bem de nossas crianças?.

O prefeito apontou o Comunidade Escola como mais uma promessa de campanha cumprida por sua gestão: ?Temos nos dedicado muito e cumprido o nosso dever, porque não somos como outros políticos, que, depois de eleitos, governam de costas para a população?, sublinhou.