NaniGóis/AssembleiaLegislativa

Plauto e Rossoni: nova mesa da Assembleia conseguiu em três meses economia de R$ 10 milhões.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB), vai se encontrar com o governador do Estado, Beto Richa (PDSB), na próxima segunda-feira (16). Rossoni fará a devolução simbólica dos R$ 10 milhões que a Casa economizou nos últimos três meses, desde que ele assumiu a presidência e adotou medidas administrativas internas.

De acordo com a assessoria de imprensa da presidência da Assembleia Legislativa, ainda não há um horário definido para o encontro da semana que vem. A Mesa Executiva da Assembleia conseguiu reduzir os R$ 10 milhões nos gastos com três medidas principais: revisão de contratos, diminuição do número de servidores comissionados e suspensão de gratificações consideradas irregulares.

Nesta semana, a Assembleia Legislativa divulgou que somente a revisão dos contratos e a realização de licitações e outras modalidades para a contratação de serviços ou aquisições de produtos devem gerar uma economia de R$ 232 mil.

Já na abertura da sessão plenária desta terça-feira, o presidente da Assembleia prometeu que, na próxima segunda-feira, levará à Tribuna de Honra da Casa as 12 pessoas apontadas pelo Ministério Público como suspeitas de serem funcionários fantasmas do deputado para que se apresentam e digam onde trabalham, que função exercem e quando foram contratados e, se for o caso, exonerados.

Rossoni disse que, assim, responderá às acusações que classifica como infundadas de que manteve 13 fantasmas (um já morreu) em seu gabinete, conforme noticiou, ontem, o jornal Gazeta do Povo, com base em procedimentos investigatórios do Ministério Público Estadual. “Farei isso para defender a minha honra e, principalmente, a continuidade das transformações que estamos fazendo na Assembleia. Não vou deixar jogarem todas essas mudanças no lixo”, declarou.