As candidaturas de Roberto Requião ao governo do Paraná e Paulo Pimentel ao Senado, pelo PMDB, estão recebendo esta semana importantes apoios da sociedade. Serão abertos quatro comitês de apoio na área cultural, funcionários da Sanepar, igrejas evangélicas e de professores. Os próprios representantes desses segmentos sociais é que voluntariamente estão se organizando e abrindo esses comitês.

O Comitê dos Professores, que reúne professores da rede pública, trabalhadores da educação e aposentados, vai funcionar na Alameda Presidente Taunay 335, centro de Curitiba. O espaço está reservado para discussão de políticas para educação, mobilização de professores e trabalhadores da área.

Os artistas do Paraná também entraram na campanha de Requião Governador com a abertura hoje de um espaço cultural, que fica na Rua Trajano Reis 355, no Largo da Ordem. O local vai funcionar como centro de integração dos movimentos culturais, reunindo artistas de todo o Estado, com realização de exposições, shows e outras manifestações artísticas.

No mesmo local, entra em funcionamento, hoje, o Comitê dos Funcionários da Sanepar, que irá discutir a realidade do saneamento básico no Paraná e o papel da empresa na melhoria da saúde da população do Estado.

Evangélicos

Outro comitê que entra em funcionamento, também hoje, reúne os evangélicos do Paraná. O comitê, organizado por pastores e leigos, irá mobilizar os evangélicos de todo o Paraná em apoio à proposta de Requião para combater a pobreza. De acordo com essa proposta, Requião vai garantir um litro de leite por dia, para cada criança pobre, até a idade escolar.

Os evangélicos irão levar à população ainda o projeto de Requião para o primeiro emprego, frentes de trabalho e apoio aos micros e pequenos empresários. Para os evangélicos a “opção preferencial pelos pobres feita por Requião é o diferencial desta campanha que mobiliza todas as igrejas”.