A elaboração de um plano integrado de segurança pública para os Estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul vai ser uma das prioridades da reunião que os governadores do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) realizam nesta segunda-feira no Espaço das Américas, em Foz do Iguaçu.

No encontro – que reunirá os governadores Roberto Requião (PR), Germano Rigotto (RS) e José Orcírio Miranda dos Santos (MS), além de Eduardo Pinheiro Moreira (vice-governador de Santa Catarina) – também serão debatidos temas como a criação de um seguro de vida aos 88 mil policiais civis e militares da região, medida já adotada pelo governo do Paraná.

Na pauta da reunião, constam ainda temas como apoio do Codesul à província argentina de Santa Fé, onde inundações deixaram mais de 60 mil desabrigados; o espaço que o Codesul quer no Conselho do Mercosul e a participação do Ministério de Relações Exteriores no Conselho.

Entre outros temas a serem debatidos estão ainda a definição de metas do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Sul (Prodetur-Sul); um trabalho de apoio às pequenas e microempresas pelo governo espanhol da Galícia e, ainda, questões relativas ao meio ambiente na hidrelétrica de Itaipu.

Segurança

A proposta de um plano integrado de segurança na região Sul começou a ser discutida ontem e prossegue hoje. Participam dos debates comandantes das Polícias Militares, superintendentes da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

Antes de ser apresentada aos governadores, a proposta será analisada pelos secretários de Segurança dos quatro Estados. A apresentação final será feita pelo secretário de Segurança do Rio Grande do Sul e coordenador permanente do Codesul, José Otávio Germano.

Em função do interesse que o Ministério de Relações Exteriores tem demonstrado pelo Codesul, o governador Roberto Requião convidou o ministro Celso Amorim e o secretário-geral do ministério, Samuel Pinheiro Guimarães, para participar do encontro.

“Na área internacional, o governador do Paraná deve defender o apoio formal do Codesul à província argentina de Santa Fé, atingida por inundações”, adianta o secretário do Codesul no Paraná, Santiago Martin Gallo, da Secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul.

Sobre a participação do governo espanhol da Galícia, a idéia é envolver participação de pequenos e microempresários na maior feira mundial de pesca, a ser realizada em setembro, e no apoio ao turismo rural e religioso.

Estarão falando sobre esses temas a espanhola Rosario Lorenzo Ponteveedra, secretária da Câmara de Comércio de Ponteveedra; e o diretor do escritório do governo da Galícia no Brasil, Juan José Maria Lago.

A programação dos governadores em Foz do Iguaçu começa na noite deste domingo (18), quando serão recebidos para um jantar pelo secretário do Turismo do Paraná, José Cláudio Rorato.

No dia seguinte, depois de uma reunião reservada, começam às 10h30 os debates entre os governadores. O encontro deve terminar ao meio-dia. Logo depois, os participantes participam de uma entrevista coletiva.