Depois de compartilhar um post no Twitter que apoiava a separação do sul do Brasil do restante do país “para evitar o surgimento de um novo Hitler”, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) excluiu a postagem e disse ter sido alvo de hackers.

A mensagem foi compartilhada no perfil da senadora na segunda-feira (10).

A postagem original dizia que “O Sul (Curitiba) é responsável por Temer estar onde tá. Separa logo. Assim evitamos surgimento de um novo Hitler, e fechamos as fronteiras”. No perfil original, de onde a postagem foi compartilhada, é possível encontrar mais postagens em relação ao assunto.

“Não estaríamos perdendo direitos se não fosse a República de Curitiba. Separa o Sul logo, antes que eles coloquem Hitler como presidente”, diz uma das postagens. Em outra postagem, o perfil compara o presidente Michel Temer (PMDB) com o nazista alemão.

O compartilhamento repercutiu na rede social e gerou diversas respostas envolvendo o perfil da senadora. Um usuário disse que o post era ofensivo e preconceituoso. Outros apoiaram a separação.

A assessoria de imprensa da senadora Vanessa Grazziotin afirmou que a conta foi invadida e a senadora já está tomando providências junto à Polícia Federal para descobrir o responsável pelo compartilhamento.