Os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), Cristovam Buarque (PDT-DF) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) vão se reunir amanhã às 9 horas com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Eles querem saber informações sobre a delação premiada que está sendo feita pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. O ex-diretor envolveu dezenas de políticos em depoimentos que têm prestado desde o dia 29 de agosto.

Os parlamentares querem saber de Janot se há integrantes do Congresso citados nas investigações e, em caso afirmativo, repassar informações para o Legislativo. Randolfe Rodrigues disse que, a depender do grau de envolvimento do parlamentar, ele poderá ser alvo de um processo por quebra de decoro no Conselho de Ética da Câmara ou do Senado. “A ideia é saber a gravidade das informações investigadas, ter as informações e, a partir das informações, agir”, afirmou o senador do PSOL, que pediu a audiência com Janot.

O trio quer saber também o cronograma da delação premiada, isto é, quando ela deve ser encerrada e em que momento as informações devem chegar ao procurador-geral – que vai investigar apenas as autoridades que possuem foro privilegiado.