O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), respondeu com ironia nesta tarde à declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que o tucano está começando a preparar seu discurso de campanha ao criticar as ações de combate à seca do governo federal no Nordeste. “Se aquilo que eu disse ajudar a ter um metro a mais de irrigação no sertão de Pernambuco, eu vou ficar feliz. Fico felicíssimo”, reagiu Serra, após participar de um evento na capital paulista hoje pela manhã. O tucano é o provável candidato do PSDB à Presidência da República em 2010.

Em entrevistas a rádios nordestinas nesta manhã, Lula disse que não sabia que Serra se preocupava tanto com a região. “Eu não sabia que o Serra tinha alguma preocupação com o Nordeste, mas se começa a ter, um pouquinho perto das eleições, é um bom sinal”, disse. “Vai passando o tempo, as pessoas não falam, ficam mudas. Mas quando vai chegando perto das eleições, as pessoas começam a preparar o discurso da campanha. O Serra que fique esperto, porque ele vai ver o que vamos inaugurar de irrigação no Nordeste nos próximo meses”, cutucou.

O estopim da troca de farpas foi uma declaração dada por Serra nesta semana. Ele criticou a falta de investimentos em irrigação para as comunidades que ficam na margem do Rio São Francisco. “Você vai fazer a transposição do São Francisco, tudo bem. Agora atenda também as áreas que estão na beirada do rio e que deveriam ser irrigadas. E, no entanto, isso foi paralisado.”

O tucano visitou no fim de semana passado a região de Petrolina, em Pernambuco. “Se o que eu disse aumentar um hectare de irrigação, eu fico contentíssimo.”