Em campanha no Espírito Santo, o candidato à Presidência da República pelo PSDB, José Serra, rebateu as críticas da candidata do PT, Dilma Rousseff, na área da educação. Dilma criticou ontem, durante campanha em Jundiaí (SP), o fato de as escolas de São Paulo terem duas professoras no 1º ano do ensino fundamental.

Segundo o tucano, a petista “ouviu o galo cantar e não sabe onde”. “O PT, ao menos no Estado de São Paulo, não tem a mais remota preocupação com educação. Eles têm preocupação política e eleitoral. Acabar com dois professores em sala de aula significa desempregar muita gente, tirar bolsas e prejudicar as crianças. Espero que ela entenda do que se trata, antes de falar de novo a esse respeito”, afirmou.

No fim de sua visita ao Espírito Santo, Serra participou de uma entrevista numa emissora de televisão local. Ele disse que é obrigação do governo federal construir presídios para ajudar na administração penitenciária do País. Recentemente, o Espírito Santo foi citado em relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) por abusos aos direitos humanos devido às condições precárias de sua população carcerária.